Nós, da equipe do Planeta de TODOS, nos estabelecemos em Ubla, na fronteira eslovaca-ucraniana, onde conhecemos o brilhante trabalho desempenhado pela Oarkr1317. Esta ONG concentra todas as suas doações em dois armazéns: um na Eslováquia, e outro na própria Ucrânia.

Itens essenciais como remédios, cobertores, água, sabonete e até mesmo farinha – para que padarias ucranianas possam seguir abastecidas e produzindo pães para a comunidade local – são empacotados e organizados em respectivas caixas, o que facilita e muito o processo de distribuição. Logo, nós voluntários cruzamos a fronteira e contamos com total assistência das autoridades para que o processo de checagem de passaportes seja o mais rápido possível.

A partir disso, a poucos quilômetros de distância, já em território ucraniano, um antigo depósito de materiais de construção está sendo usado para receber este material. A partir daí, uma rede de jovens voluntários ucranianos independentes se responsabilizou pela distribuição dentro do país. Itens como café, chá, água e biscoito, por exemplo, são levados levados até a estação de Ujhorod onde trens com refugiados internos, especialmente de Kiev e Kharkov, chegam todos os dias. Necessidades mais específicas, especialmente remédios, são enviados para cidades mais atingidas pela guerra, como Mariupol e Sumi.

Nós do Planeta de TODOS optamos por atuar na Eslováquia por acreditar que países como a Polônia, por exemplo, já têm ajuda suficiente, como já reportamos anteriormente. E também por acreditar que o envolvimento da comunidade local, sem questões de ego e publicidade, é o pilar principal para que a ajuda chegue, de fato, a quem mais precisa.