John Artin, 25, é um outro jovem afegão que conseguiu sua inserção no mercado de trabalho local. Era dos mais longevos dentro do nosso programa – esteve em casa por um ano e dois meses. Sua evolução dentro do Planeta de TODOS foi espantosa: quando o conhecemos, não falava mais do que um “thank you”. Atualmente, está cursando o nível C1 do inglês – ano que vem terá um certificado de proficiência que lhe vai ajudar e muito no seu futuro profissional.

“Chegou o momento de eu dar oportunidade para outras pessoas, a situação em Atenas é bastante complicada, muita gente vivendo nas ruas, e vocês já fizeram tudo o que poderiam. Agora é comigo”, agradeceu este jovem, que ainda aguarda a resposta do seu pedido de asilo (passaporte), mas que, com sua documentação devidamente regularizada, assinou no último dia 14 de outubro o seu primeiro contrato de trabalho na Grécia: será o zelador de uma escolinha de futebol em Rafina, cidade portuária a cerca de 30 kms de Atenas.

Tudo de bom para você, John!

Afegãos deixam projeto após obterem emprego e independência financeira